Site da NASA acompanha a evolução diária da Camada de Ozono

É um lugar-comum mas nunca é demais recordar: a protecção da Camada de Ozono é fundamental para assegurar a vida na Terra, uma vez que o ozono estratosférico tem a capacidade de absorver grande parte da radiação ultravioleta B (UV-B), radiação solar que pode provocar efeitos nocivos (ou até mesmo letais) nos seres vivos, ameaçando assim a saúde humana e o ambiente.

De entre esses efeitos destaca-se a possibilidade de ocorrerem alterações do ADN (principais responsáveis pelo aparecimento de cancro de pele), alterações do sistema imunitário (com aparecimento de doenças infecciosas), assim como alterações da visão (com o aparecimento de cataratas). A libertação de substâncias responsáveis pela destruição da camada de ozono, como é o caso dos CFCs, provocou ao longo de décadas a diminuição da espessura desta importante camada protectora.

O ozono (O3) que existe na atmosfera localiza-se essencialmente na estratosfera, entre 10 a 50 km acima da superfície terrestre, observando-se as maiores concentrações a altitudes aproximadamente entre 15 e 35 km, constituindo o que se convencionou chamar a Camada de Ozono.

Neste site da agência norte-americana NASA pode observar-se o actual estado da Camada de Ozono, bem como a sua evolução histórica: http://ozonewatch.gsfc.nasa.gov

Veja a evolução da Camada de Ozono nos últimos dez dias (clique na imagem para saber o dia). Veja aqui todos os registos desde 1979.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php