Fez uma boa ação pelo seu bairro? A Sociedade Ponto Verde quer conhecê-la



A Sociedade Ponto Verde apresentou esta manhã, em Lisboa, o seu mais recente projeto Junta-te ao Gervásio, num evento que contou com a presença de várias personalidades.

O evento arrancou com o discurso de João Galamba, Secretário de Estado do Ambiente e Energia, que destacou “o potencial dos resíduos é enorme”. “Muitas destas áreas falharam no passado por uma razão muito simples: porque não tinham enquadramento económico que as tornasse válidas. Ora esse enquadramento económico alterou-se de forma radical nos últimos tempos. E é por essa razão que estamos a avaliar todas essas potencialidades”, explicou.

Luís Newton, Presidente Junta de Freguesia da Estrela, mencionou que é preciso haver uma “mudança de contexto”, com maior envolvimento dos stakeholders e “acima de tudo compreender que as Juntas de Freguesia podem e devem também ser atores fundamentais nessa mesma mudança e sobretudo podem e devem ser stakeholders determinantes na implementação dessas novas medidas.”

Por sua vez, Ana Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde, relembrou que “Em 25 anos trouxemos a reciclagem para Portugal e introduzimos nos hábitos do quotidiano. Hoje em dia mais de 70% dos portugueses praticam ativamente a reciclagem, o que quer dizer que ainda temos muito que fazer.”

O novo projeto surge com base num estudo de âmbito nacional desenvolvido em 2021 pela Sociedade Ponto Verde, que analisou a opinião dos portugueses em relação à reciclagem. Como revelou, os cidadãos disseram estar “disponíveis para aumentar os seus hábitos de reciclagem, para terem comportamentos mais sustentáveis e serem consumidores mais alinhados com a boa prática ambiental”. No entanto, realçaram ainda que “gostavam de ser sensibilizados e acompanhados ao nível local, e que gostavam de ter o apoio das suas comunidades para puderem melhorar a prática da reciclagem.”

“Este projeto do Junta-te ao Gervásio visa exatamente mobilizar as pessoas também para um conhecimento do para lá do ecoponto, e daquilo que acontece, e meus senhores, acontece muita coisa. Portugal tem até um sistema de triagem e tecnologia para gerir as nossas embalagens, que é uma tecnologia avançada, separamos muito”, assegura a CEO da Sociedade Ponto Verde.

O Junta-te ao Gervásio, apresentado hoje por Teresa Cortes, Coordenadora Marketing & Comunicação da Sociedade Ponto Verde, convida cidadãos (pessoas singulares ou em grupo, empresários e demais entidades como condomínios ou agrupamento de escuteiros, entre outros), Juntas de Freguesia e Entidades de Proximidade (designadamente organizações da economia social, como associações, fundações ou cooperativas; pequenas e microempresas e empresários) a apresentar um projeto ou iniciativa que promova a reciclagem das embalagens e a circularidade a nível local. O desafio está a ser desenvolvido com apoio da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) e do ISCTE Executive Education como Knowledge Partner.

São elegíveis projetos executados nas comunidades locais, nos últimos 12 meses (entre junho de 2021 e julho de 2022), e as participações serão avaliadas com base em critérios como a criatividade, os impactos económico, social e ambiental, e o alinhamento da estratégia da SPV – Inovar, Evoluir e Reciclar. O júri é composto por várias personalidades como Isabel Silva, apresentadora de televisão e empresária, Ana Cristina Carrola, vogal da APA, Carmen Lima, coordenadora da Quercus, Luís Castro, jornalista, entre outros. Na categoria “Freguesias” será atribuído o 1.º lugar – que receberá uma escultura feita materiais reciclados para instalar na sua localidade – e 9 menções honrosas; nas categorias “Entidades de Proximidade” e “Cidadania Social” está previsto um top 3 com atribuição de prémios monetários, que perfazem um total de 15.000 euros, e duas menções honrosas em cada categoria.

Os interessados podem começar a candidatar-se amanhã, dia 18 de maio, optando por uma das três categorias, estando as incrições abertas até ao dia 31 de julho de 2022. Para mais informações consulte o site www.recicla.pt/juntateaogervasio.pt.

O evento terminou com uma Talk sobre Cidadania Ambiental, que reuniu como oradores Ana Trigo Morais, Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio e Jorge Veloso, presidente da ANAFRE. Neste mesa, os representantes abordaram algumas mudanças que têm vindo a ocorrer nas últimas duas décadas no setor da reciclagem, o que ainda pode e deve ser feito para o melhorar, e que mudanças se encontram já a decorrer, como por exemplo, em eventos como o festival Rock in Rio. A necessidade de melhorar as infraestruturas, o serviços aos cidadãos, a proximidade, os incentivos e a conveniência, foram ainda sublinhados por Ana Trigo Morais. Uma última questão foi feita pelo moderador da conversa, acerca de que medida tomariam para gerar uma mudança em apenas 6 meses. Jorge Veloso sugeriu a tentativa de incutir aos portugueses que se neste período não conseguissem atingir as metas previstas de reciclagem, que começariam a sofrer uma penalização; Ana Trigo Morais, optou pela separação da fatura do tratamento de resíduos do consumo de água, ou seja, cada cidadão pagar pelos resíduos que não recicla; e Roberta Medina, precisou que o mais importante é haver formação na área da cidadania – “cuidarmos mais do nosso quinta e das pessoas à nossa volta.

 



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.