Universidade de Coimbra lança mestrado em “Recursos Biológicos, Valorização do Território e Sustentabilidade”

Com olhos postos no futuro e nos desafios que irão surgir face às alterações climátivcas, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) decidiu lançar, no próximo ano letivo de 2021/2022, o Mestrado em Recursos Biológicos, Valorização do Território e Sustentabilidade (bioS – “Biological Resources for Sustainability”).

O novo curso visa conservar e valorizar os recursos genéticos endógenos, com destaque para a região centro de Portugal, promovendo a sustentabilidade e resiliência da aquacultura e pesca, tal como dos sistemas agroflorestais, num contexto de alterações climáticas.

Helena Freitas, coordenadora do Mestrado, afirma: “Trata-se de uma resposta formativa que responde à necessidade de prepararmos um outro modelo de agricultura, baseado na diversificação das unidades produtivas e das paisagens agrícolas, substituindo fertilizantes e pesticidas, valorizando a diversidade e a interação entre espécies, e apostando na saúde dos ecossistemas. Precisamos de sistemas agroecológicos diversificados e capazes de sequestrar carbono no solo, restaurar a sua fertilidade, conservar a biodiversidade, e sustentar a produção ao longo do tempo”.

O mestrado será dividido em dois anos e destina-se a alunos de licenciatura de áreas como Biologia, Bioquímica, Antropologia, Ciências Agrárias e Florestais, Geografia, Turismo, Território e Patrimónios, Ambiente, Ciências Económicas e Ciências Sociais e Humanas. Os estudantes podem esperar uma equipa especializada e com experiência reconhecida a nível nacional e internacional.

Existe ainda a possibilidade de realizar um estágio em empresas/administração pública em alternativa à tradicional dissertação, de forma a promover uma colaboração institucional.

Saiba mais sobre o curso no site da UC.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.