Vila Flor: gato queimado nas festas de São João gera revolta nas redes sociais

O vídeo de um gato a arder nas festas de São João da freguesia de Mourão, em Vila Flor – em Portugal, para os mais desatentos – está a causar uma onda de indignação nas redes sociais. Esta “tradição portuguesa” foi denunciada pela Associação Midas no Facebook e, segundo esta, trata-se de um ritual chamado “Queima do Gato”, que acontece todos os anos durante estas festas.

Segundo o Notícias ao Minuto, o vídeo, entretanto retirado, tem a duração de cinco minutos e mostra um gato colocado dentro de um recipiente de barro e levantado a alguns metros de altura, num poste. O poste vai sendo queimado até que o recipiente cai, sendo o animal atingido pelas chamas.

De acordo com o relatado pela mesma associação, o animal mostra sinais de sofrimento, envolto em chamas após o quebrar do recipiente em barro. “A Queima do gato é uma festa tradicional portuguesa que tem lugar no Mourão (Vila Flor) durante a época das festas de São João”, lia-se na legenda do vídeo.

A filmagem foi publicada no YouTube pelo Grupo de Danças e Cantares de Vila Flor mas entretanto foi removida.“A este tipo de festa assistem sempre crianças”, diz a mesma associação, que pede a acção das autoridades para agir em conformidade com a lei.

Segundo o Correio da Manhã, a GNR, através do SEPNA (Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente) já terá recebido queixas sobre esta tradição, mas não adiantou o número de denúncias.

Foto: flikr / Creative Commons

Deixar uma resposta