Walmart: fornecedores sem regras ambientais deixam prateleiras do supermercado em 2017

Há uns tempos que não falávamos no Walmart, a cadeia de supermercados norte-americana – uma multinacional, na verdade – que tem um dos maiores e mais complexos planos de sustentabilidade do mundo empresarial.

O plano, lançado em 2009, está agora mais exigente: a empresa vai excluir das suas prateleiras todos os fornecedores que não cumprirem as regras ambientais – as do Walmart – dentro de cinco anos.

As novas exigências foram anunciadas na China, onde o Walmart tem mais de 20 mil fornecedores, e vai obrigar as empresas que produzem brinquedos, produtos electrónicos e vestuário a melhorar a sua eficiência energética ou a reduzirem os resíduos.

A lista de exigências é voluntária, mas se os fornecedores não cumprirem as regras podem ser excluídos das cerca de 4.000 lojas low cost – e de mais 600 unidades da Sam’s Club, nos Estados Unidos.

Em 2017, as lojas Walmart e o Sam’s Club terão 70% dos seus bens a partir de fornecedores locais que adoptem o índice de sustentabilidade.

Deixar uma resposta

Patrocinadores