Brasil: mais de 120 papagaios devolvidos à floresta em 2017

Foram vítimas de cativeiro ilegal durante largos anos e depois de uma temporada em centros de reabilitação, mais de 100 papagaios estão a ser devolvidos ao seu habitat natural. Em 2018 perto de mais duas dezenas deverão ganhar recuperar forças para voltar a floresta.

Centros de reabilitação em Paraíba, Sergipe, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará foram o porto seguro para estes papagaios que aqui foram sendo tratados e acarinhados para voltar ao seu habitat totalmente recuperados.

Vítimas de cativeiro ilegal, os animais que agora estão a ser devolvidos à natureza, estavam nestes centros como consequência de apreensões por parte das autoridades ou resgates de situações em que a segurança dos animais estava comprometida, explicou o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

“O papagaio-verdadeiro (papagaio-boiadeiro) e a curica (papagaio-do-mangue) estão entre as espécies mais procuradas pelos traficantes”, explica Leo Caetano, analista ambiental, lembrando que alguns dos animais estavam em cativeiro há largos anos.

A devolução à natureza destes papagaios está a cargo deste Instituto que, em conjunto com várias associações de animais locais, devolveu já 33 papagaios-verdadeiros (Amazona aestiva) e seis papagaios-do-mangue (Amazona amazonica) na zona de Jaraguá, distrito de São Paulo. Também a fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Hidrolândia, recebeu já 32 papagaios-verdadeiros e três papagaios-do-mangue.

Até ao final do ano serão devolvidos à natureza mais 49 papagaios-verdadeiros em Goiás. Em centros de reabilitação a ganhar novas defesas para regressar à natureza estão ainda mais 17 papagaios que, no decorrer de 2018, deverão voltar às florestas brasileiras.

Foto: Ferrarezi / flickr