Energias renováveis abasteceram mais de metade da eletricidade em 2018

As energias renováveis foram responsáveis pelo abastecimento de 52% do consumo nacional de eletricidade em 2018. Este valor ultrapassa a marca obtida em 2017 quando as renováveis pesaram 40% no consumo no país.

A energia eólica e a hidroelétrica foram as maiores responsáveis por este valor, com cada uma abastecer 23% do consumo registado em Portugal durante o ano passado. Segue-se a biomassa com 5% e a solar fotovoltaica com 1,5% do consumo, segundo os dados divulgados pela REN esta quarta-feira.

A produção de eletricidade por fontes não renováveis foi responsável pelo abastecimento dos restantes 48%. Apesar das energias renováveis em conjunto terem pesado mais no consumo, o gás natural foi a fonte de energia que mais contribuiu para o consumo, com uma fatia de 27%. Já o carvão pesou 21% no consumo de eletricidade em Portugal.

Pelo terceiro ano consecutivo, Portugal teve um saldo exportador positivo, isto é, a eletricidade vendida a Espanha foi superior à eletricidade comprada ao exterior, correspondendo a 5% do consumo nacional de eletricidade.

Durante o ano de 2018, o consumo de energia atingiu um total de 50,9 terawatts hora, mais 2,5% face a período homólogo. Este valor equivale ao segundo consumo anual mais elevado de sempre, depois do máximo atingido em 2010.

Já o consumo de gás natural recuou 6,8% em 2017 face a período homólogo, atingindo a marca de 64,9 terawatts hora. Apesar da quebra, este foi o segundo valor mais elevado de sempre depois do registado no ano de 2017, que foi um ano recorde. A venda de gás natural para a produção de electricidade foi responsável por 32% do consumo total em 2018.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...