Governo avança com €10 milhões para descontaminar minas de São Pedro da Cova

O Ministério do Ambiente vai disponibilizar cerca de €10 milhões de euros para descontaminar os solos em São Pedro da Cova, Gondomar. O plano, tornado hoje público pela tutela, inclui ainda a remoção de 100 mil toneladas de resíduos perigosos, depositados nas minas locais.

Segundo o Ministério do Ambiente, a verba necessária para este processo foi conseguida através do Fundo Ambiental, sendo assim possível dar continuidade à remoção de resíduos perigosos neste local. Até ao momento cerca de 105.600 toneladas de resíduos perigosos já foram retiradas do local, faltando ainda extrair perto de 105 mil toneladas.

A primeira etapa do processo de remoção de resíduos perigosos no local começou entre Outubro de 2014 e Maio de 2015, com a transferência de 105.600 toneladas do local. Os resíduos industriais perigosos ali recolhidos eram provenientes da fábrica da Siderurgia Nacional, que laborou entre 1976 e 1996, tendo sido depositados nas antigas minas de São Pedro da Cova, entre 2001/2002.

Em Fevereiro do corrente ano, o caso avançou para tribunal com o Ministério Público a acusar seis arguidos da prática de crime doloso de poluição em perigo comum, relacionado com a deposição de resíduos perigosos em São Pedro da Cova, Gondomar. Segundo informações da procuradoria, três dos suspeitos são membros do conselho de administração da sociedade responsável pelo destino dos resíduos. Os restantes suspeitos são responsáveis de sociedades que tinham a disponibilidade das escombreiras.

De acordo com acusação deste caso, os arguidos tinham noção da perigosidade dos resíduos, alegando no entanto que não estava ao seu alcance a “operação de remoção e deposição” destes resíduos perigosos.

 

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php