Novo estudo revela que as empresas portuguesas estão a acelerar para a transição energética

A edição do Barómetro Automóvel e de Mobilidade 2021 do Arval Mobility Observatory indica que as empresas portuguesas estão a acelerar para a transição energética e que as alterações climáticas são o incentivo chave para esta mudança.

De acordo com os dados, 28% das empresas já utilizam viaturas com energias alternativas e 22% já dispõe de postos de carregamento para veículos elétricos, no entanto, prevê-se ainda um aumento. Até ao final do ano, 71% dos gestores considera aumentar estes postos de carregamento no seu espaço, e nos próximos 3 anos, prevê-se que 76% das empresas já utilizem frotas mais verdes.

A razão mais assinalada pelos inquiridos para iniciar ou continuar a transição energética das suas frotas é o impacto ambiental. Contudo a redução dos custos de combustível e o acesso a incentivo fiscais são também duas das razões mais apontadas.

Por outro lado, quando questionados pelo porquê de não utilizarem ainda veículos 100% elétricos, as empresas portuguesas afirmam que o problema se encontra na escassez de postos de carregamento públicos (49%), o preço de compra alto em comparação aos veículos a combustão (49%), a impossibilidade de carregamento no escritório (25%) e de carregamento em casa do colaborador (21%).

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...