Parece um pequeno dinossauro tricerátopo, mas é apenas um lagarto com (muita) personalidade



A espécie Chlamydosaurus kingii relembra um pouco os extintos dinossauros tricerátopos pelo seu corpo escamoso e pela membrana de pele que exibe ao redor da cabeça. No entanto, o lagarto-de-gola não é nada mais que um réptil com muita personalidade, especialmente quando exibe a membrana e abre a boca, para afastar os predadores.

Vive nas florestas semi-húmidas e semiáridas da Austrália e do sul da Nova Guiné, e passa grande parte do tempo nas árvores. Alimenta-se de insetos, aracnídeos e alguns invertebrados.

A pele tem uns tons verdes e castanhos, mas também exibe tons alaranjados no interior da membrana. Mede cerca de 85 centímetros, e as fêmeas pesam menos do dobro dos machos, distinguindo-se facilmente os dois géneros – enquanto esta chega apenas 400 gramas, o macho pode ir além das 800 gramas, de acordo com os especialistas do Badoca Safari Park.

Na Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), o lagardo-de-gola está categorizado como em estado “pouco preocupante” de extinção, sendo as suas principais ameaças a perda de habitat e o comércio ilegal.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.