Azuis Russos: pouco brincalhões e muito tímidos, mas cheios de curiosidade



Não se sabe, ao certo, como surgiu o gato Azul Russo, contudo, existem três teorias relativas a este assunto. A primeira afirma que, esta raça veio da Rússia (zona norte), onde terá sido caçada, devido ao seu bonito pelo.

Outra tese reafirma a origem, destes animais, na Rússia, e avança, com a ideia, de serem descendente de gatos, que pertenciam à nobreza do país. A última teoria remonta à época antes de cristo, altura em que o povo Viking terá utilizado esta raça, nos seus barcos, como método de exterminação de ratos.

Tal como a origem do gato Azul Russo, o seu nome também desperta controvérsia. Assim, há quem o conheça como gato Maltês, gato Arcangel ou gato Azul Russo espanhol.

Apesar de todas as incertezas, o padrão de características desta raça é bastante claro. Assim, estes felinos apresentam um corpo musculado e, de certa forma alargado, que se encontra coberto por um pelo fino, curto e disposto numa camada dupla. Este último aspeto é um dos traços mais caracterizador do gato Azul Russo. Neste contexto, há necessidade do animal ser escovado frequentemente. Este apresenta formas arredondadas, uma cauda comprida e olhos grandes, que formam círculos quase perfeitos.

Estes felinos são tranquilos, pacíficos e tímidos. Embora gostem de toda a família, haverá sempre um elemento predileto que terá tendência a seguir para todo o lado. Este gato tem uma personalidade carregada de curiosidade, contudo não é muito brincalhão.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.