“Cartão Dá” – A construir um património de Sustentabilidade Ambiental e Social



Consciente dos desafios ambientais e socias que o mundo atravessa, a Universo Sonae tem vindo a transformar um dos seus produtos mais relevantes – o “Cartão Dá” – de forma a promover uma cultura de crescente consciencialização ambiental e social. Este caminho está alinhado com o seu compromisso de trabalhar, de forma ativa e relevante, para a proteção do planeta e para uma maior justiça social, sublinha a empresa em comunicado.

Segundo a mesma fonte, a substituição do plástico, usado na produção do “Cartão Dá,” por papel, proveniente de florestas bem geridas, certificadas FSC e outras fontes controladas (FSC® -N004127), é a mais recente medida tomada pela marca, que procura assim contribuir para a defesa dos oceanos e para a diminuição da emissão de gases com efeito de estufa.

Neste momento, cerca de 25% dos “Cartões Dá” em circulação estão já a ser produzidos sem recurso a plástico, sendo os restantes 75% transformados e reciclados, no âmbito do projeto Merece. Espera-se que, até ao fim de 2023, todos os cartões sejam produzidos em papel, cumprindo-se assim aquele que é um dos grandes objetivos da marca: evitar a colocação no mercado de cerca de 20 toneladas de plástico, por cada período de cinco anos.

A empresa sublinha que toda esta mudança implicou um processo “moroso e cuidado”, validado pela Associação para uma Gestão Florestal Responsável. A certificação FSC assegura que os respetivos produtos provêm de florestas bem geridas, que oferecem benefícios ambientais, sociais e económicos.

Para responder aos enormes desafios sociais que o país enfrenta atualmente, que o “Cartão Dá” se juntou, novamente, à Cruz Vermelha, criando o “Cartão Dá / Cruz Vermelha Portuguesa” . Uma iniciativa que já prestou apoio a mais de quatro mil famílias vulneráveis portuguesas e que promete ajudar muitas mais nos próximos tempos.

Com um saldo equiparado ao valor dos cabazes de alimentos convencionais, o “Cartão Dá / Cruz Vermelha Portuguesa” pode ser usado em compras nas lojas Continente e Continente online por todo o país. As famílias abrangidas “podem, agora, fazer as suas compras mensais, tendo opção de escolha sobre os produtos que melhor se adequam às suas necessidades, nomeadamente o acesso a frescos. Promove-se, assim, a sua autonomia e dignifica-se o seu papel na sociedade”, conclui o comunicado.



Notícias relacionadas

loading...

Comentários estão fechados.