Cidade francesa de Grenoble é a Capital Verde da Europa em 2022

A Cidade de Grenoble, em França, conquistou hoje o prémio Capital Verde Europeia 2022, anunciado pelo comissário Europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius, durante uma cerimónia online apresentada a partir de Lisboa.

O prémio distingue cidades que promovam “exemplos fantásticos”, nas palavras do comissário.

As cidades de Gabrovo, na Bulgária, e Lappenranta, na Finlândia, venceram ambas o prémio Green Leaf 2021, que distingue cidades de menor dimensão. Cada uma vai receber um incentivo financeiro de 75.000 euros da Comissão Europeia.

A cerimónia de anúncio dos prémios foi transmitida online a partir de Lisboa, que celebra este ano a distinção de Capital Verde Europeia e contou com a participação do presidente do município, Fernando Medina, e do vereador do Ambiente, José Sá Fernandes.

O ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, enviou uma breve mensagem em que destacou que as iniciativas programadas para Lisboa este ano não tiveram o expressão pública esperada, devido à pandemia de covid-19, e manifestou votos de que os novos vencedores possam celebrar a distinção sem os mesmos constrangimentos.

Também o autarca de Lisboa se referiu à pandemia, considerando que veio tornar ainda mais urgente a agenda da sustentabilidade. “Este foi um dos anos mais desafiantes dos tempos modernos”, disse, frisando que tornar as cidades mais verdes é parte da solução para uma vida mais sustentável.

Os prémios visam encorajar políticas que defendam o ambiente.

O comissário europeu afirmou que o surto do novo coronavírus trouxe desafios sem precedentes: “A nossa vida será diferente quando sairmos desta crise”, preconizou.

Além da pandemia, sublinhou, o mundo enfrenta “outra crise sem precedentes”, em termos de poluição e impacto das alterações climáticas.

A Comissão Europeia concede 600.000 euros à capital vencedora para melhorar a sustentabilidade ambiental, havendo ainda lugar a um incentivo financeiro de 350.000 euros.

Os prémios são atribuídos todos os anos.

Dijon e Grenoble (França), Talin (Estónia) e Turim (Itália) eram as finalistas a Capital Verde Europeia 2022, enquanto para o prémio European Green Leaf 2021 estavam na fase final as cidades de Elsinore, Nyborg e Ringkøbing-Skjern (Dinamarca), Gabrovo (Bulgária) e Lappeenranta (Finlândia).

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...