Cientistas criam plantas luminosas

Um grupo de cientistas criou plantas que brilham e produzem a sua própria luz. Publicado na revista Nature Biotechnology, o estudo revela que a bio-luminosidade encontrada em alguns fungos é semelhante a processos naturais comuns em muitas espécies de plantas. Assim, eles implantaram o DNA destes fungos em algumas delas e, com isso, a luminosidade produzida foi muito maior.

Isto é, a luz biológica produzida pelas plantas pode vir um dia a substituir as lâmpadas. A possibilidade de usar árvores em vez dos tradicionais postes de iluminação nas ruas foi outra das questões levantadas neste estudo.

Para Michael Strano, professor de Engenharia Química de Carbono no MIT, a criação de uma nova fonte de energia limpa seria a chave para a redução da pegada ecológica: “A iluminação é responsável por grande parte da nossa procura por energia, representando cerca de 20% do consumo mundial e contribuindo para a emissão de toneladas de carbono na atmosfera. As plantas podem substituir muito mais do que a iluminação do seu escritório, por exemplo. Existe uma pegada de energia enorme que poderia ser substituída por elas”, explica.

A luz produzida pelas plantas também pode ser ainda usada como um indicador do seu metabolismo, revelando o seu estado fisiológico e as suas respostas a fatores externos.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...