Como e onde reciclar as suas lâmpadas usadas?



Grande parte das lâmpadas colocadas no mercado não está a ser reciclada nem tratada, o que significa que o seu destino será, provavelmente, o lixo doméstico. Mas não tem nem deve ser assim, por vários motivos.

As lâmpadas fluorescentes, quando colocadas no lixo, podem partir-se e libertar substâncias perigosas para o ambiente e saúde pública, como o mercúrio. Para além disso, quase todas as lâmpadas podem ser recicladas, uma vez que são compostas por 90% de vidro que pode ser utilizado na produção de novas lâmpadas ou, inclusive, para aplicações na construção civil.

Neste contexto, cabe à Electrão – Associação de Gestão de Resíduos e à ERP Portugal,  entidades gestoras do sistema integrado de REEE (resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos) e de RPA (resíduos de pilhas e acumuladores) gerir o circuito de recolha e encaminhamento para reciclagem de lâmpadas usadas.

Por todo o país existem locais de recolha exclusivos para lâmpadas.

Garante-se, desta forma o encaminhamento para tratamento e valorização.

Dentro da rede da Electrão – Associação de Gestão de Resíduos

Ponto electrão para lâmpadas (informação disponível aqui);

Dentro da rede da ERP Portugal

Depositrão e Centros de Recepção (informação disponível em www.erp-recycling.pt/Mapa.aspx).

No processo de reciclagem, não só é recuperado o mercúrio como também os outros materiais que as constituem, como os metais ferrosos, não ferrosos e vidro.

 



Notícias relacionadas
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.