Descoberto tubarão com 400 anos

Era uma miúda quando Descartes emergiu nos meios intelectuais franceses e chegou a adulta quando estalou a revolução Americana. Testemunhou as duas guerras mundiais e vive até hoje nas águas do Ártico. Tem cerca de 400 anos e é uma fêmea de tubarão.

Este exemplar magnífico foi descoberto nos mares da Gronelândia e bate recordes de longevidade antes atribuídos a algumas espécies de baleias. De acordo com Julius Nielsen, investigador da Universidade de Copenhaga, a baleia mais idosa alguma vez conhecida tinha 211 anos. O animal que continua até hoje a ter direito a figurar no Guiness é um molusco que viveu até aos 507 anos, mas tal não exclui o facto de o tubarão agora descoberto ser o animal vertebrado mais velho do mundo.

Cinzento, robusto e com aproximadamente cinco metros de comprimento, este tubarão da Gronelândia é um dos maiores predadores que existem à face da Terra. Durante décadas não foi possível aos biólogos marinhos determinar a idade destes gigantes, mas agora o mundo já pode pasmar com a sua longevidade.

Foto: Julius Nielsen / Science

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...