Escola Electrão arranca novo ano com mais de 360 escolas aderentes

A “Escola Electrão” acaba de iniciar mais uma edição, que se vai prolongar durante todo o ano letivo, até junho de 2022. A 11ª edição da campanha conta com mais de 360 escolas aderentes, que irão recolher o máximo de equipamentos eléctricos usados.

Promovida pelo Electrão – Associação de Gestão de Resíduos, esta iniciativa já permitiu recolher, ao longo das últimas 10 edições, mais de seis mil toneladas de equipamentos eléctricos usados nos estabelecimentos de ensino aderentes, de norte a sul do país.

A maior parte dos equipamentos recolhidos nas escolas corresponde a pequenos aparelhos, mais fáceis de transportar, como torradeiras, máquinas de café e telemóveis. Na última campanha foram recolhidas mais de 172 toneladas destes equipamentos, o que representa 66% do total.  Já os grandes equipamentos, como aparelhos de ar condicionado, têm um peso de 31%, tendo sido recolhidas no ano letivo passado 82 toneladas destes aparelhos.

Relativamente às pilhas portáteis, que são bastante comuns nas escolas, representam 2% recolhido. Por questões de espaço muitas escolas optam por reunir apenas estes equipamentos, o que proporcionou um crescimento superior a 300% na última edição. Quanto às lâmpadas, têm um peso de um 1%.

Como incentivo pelo trabalho de sensibilização, as escolas aderentes podem receber vales para a compra de novos equipamentos eléctricos e electrónicos. Estes são atribuídos com base num sistema de pontos, em função da quantidade de resíduos recolhidos pela escola.

“Esperamos que o novo ano lectivo que ainda agora começou seja um marco em termos de recolha de equipamentos eléctricos nas escolas, o que seriam boas notícias para o ambiente. Isso significaria que estes aparelhos não seriam depositados nos contentores indiferenciados, não iriam poluir solos ou linhas de água, nem seriam desviados para operadores que não procedem à sua descontaminação”, afirma o Director-Geral do Electrão, Pedro Nazareth.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.