INDAQUA instalou mais de 800 painéis fotovoltaicos em três concessões



A INDAQUA, grupo de gestão de sistemas de abastecimento de água para consumo humano e de saneamento de águas residuais, decidiu expandir o número de painéis fotovoltaicos que garantem o consumo dos seus equipamentos. Foram instalados 828 novos painéis, que ocupam uma área superior a 2.600 m2 e que garantem 18% da energia necessária ao funcionamento das três Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Matosinhos, de Argoncilhe em Santa Maria da Feira e de UL em Oliveira de Azeméis.

Estes painéis solares têm potência superior a 400 quilowatts (kW) e estima-se que produzam anualmente 654.358 kWh, o equivalente ao consumo energético de 155 famílias. O impacto ambiental positivo destes equipamentos irá traduzir-se na redução da emissão de 184 toneladas de dióxido de carbono (CO2) por ano.

A empresa contabiliza agora 1.702 painéis solares em 13 instalações, ETAR, Estações Elevatórias de Águas Residuais e Reservatórios de Água. Estas infraestruturas distribuem-se pelos concelhos de Matosinhos, Oliveira de Azeméis e Santa Maria da Feira, e o funcionamento de algumas delas já é assegurado por energias renováveis em cerca de 50%. Estes painéis têm uma capacidade instalada de 911 kW, podendo produzir mais de 1,3 milhões de kWh ao ano – o equivalente ao consumo de 310 famílias.

“Pelo segundo ano consecutivo realizámos um investimento significativo na produção de energia solar, praticamente duplicando o número de painéis instalados, a área onde estão inseridos e também os benefícios que trazem à nossa operação. Nomeadamente, o desempenho mais sustentável das instalações e o contributo para a redução de CO2 emitido anualmente”, afirma Pedro Perdigão, CEO do Grupo INDAQUA, em comunicado. “Acreditamos que as energias de origem renovável são uma aposta em prol do nosso futuro e, por isso, a INDAQUA prevê continuar a investir fontes de energia renováveis”.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.