Jenny, a instalação que retirou 9 mil quilos de plástico do Pacífico (e provou que o oceano pode ser limpo)



Há quase dez anos Boyan Slat, anunciou que tinha uma ideia para retirar o plástico dos oceanos. Desde essa altura fundou a Ocean Cleanup, uma organização sem fins lucrativos que pretende remover 90% do plástico flutuante do oceano até 2040.

Apesar da meta muito ambiciosa, Slat tem feito de tudo para a cumprir. A sua organização, conta o Business Insider, lançou o seu primeiro dispositivo de captura de plástico em 2018, mas infelizmente acabou por não ter sucesso e partiu-se no oceano. Um ano mais tarde, outro modelo mais eficiente conseguiu recolher grandes quantidades de plástico, mas a Ocean Cleanup fez as contas e percebeu que precisaria de centenas desses modelos para atingir o seu objetivo.

Durante o verão a organização colocou todos os esforços na Jenny. Uma nova abordagem, um novo dispositivo e esperança renovada. Este dispositivo é composto por uma linha costeira flutuante que apanha o plástico como um braço gigante e o canaliza para uma rede em forma de funil.
Posteriormente duas embarcações vão trazendo essa corda através da água a cerca de 1,5 nós e a corrente do oceano empurra o lixo flutuante em direção à rede gigante.

No início de agosto, a equipe lançou a Jenny na Ilha de Lixo do Pacífico, sendo que na semana passada este dispositivo enfrentou o seu teste final enquanto a organização procurava determinar se poderia trazer grandes quantidades de plástico para a costa sem problemas. A Ocean Cleanup disse que o dispositivo transportou 9.000 kg de lixo para fora do Oceano Pacífico – prova de que a mancha de lixo poderia eventualmente ser limpa.

“Santa mãe de Deus”, indicava um tweet de Slat naquela tarde, acrescentando: “Tudo funcionou !!!”

Depois de trazido para a costa, o plástico é reciclado. Por enquanto, a Ocean Cleanup está a utilizar o plástico para fazer pares de óculos de sol que vende a cerca de 200 dólares, canalizando os lucros de volta para os esforços de limpeza. Eventualmente, a organização espera fazer parcerias com marcas de consumo para fazer mais produtos reciclados.

Slat estimou que a equipa precisaria de cerca de 10 Jennys para limpar 50% da Grande Mancha de Lixo do Pacífico em cinco anos.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.