João Manzarra visitou as plantações de café da NESCAFÉ na Colômbia



O ator e apresentador de televisão João Manzarra foi escolhido para ser embaixador do programa de sustentabilidade da NESCAFÉ® “Café com Respeito”. No âmbito deste compromisso, teve a oportunidade de visitar uma das plantações de café apoiadas pela marca na região de Risaralda, na Colômbia.

O programa Café com Respeito promove a produção de café sustentável e apoia os cafeicultores e as respetivas comunidades. Através da iniciativa, são desenvolvidas formações em novas técnicas de cultivo e business skills, com um respeito transversal a todos os intervenientes no processo, desde a planta, a quem a cultiva, passando pelo solo que a recebe, pelo meio ambiente que o rodeia e pela comunidade, sem esquecer a qualidade do produto final, o esforço de quem o produz, a forma como é embalado e aqueles a quem este se destina. Isto traduz-se nos quatro eixos de atuação do projeto: “Cultivado com Respeito”, “Produzido com Respeito”, “Embalado com Respeito” e “Saboreie com Respeito”, que asseguraram o bem-estar e formação dos agricultores e produtores, a utilização sustentável dos terrenos e recursos naturais e a adoção de práticas mais sustentáveis nas fábricas da marca. A distribuição de novas plântulas de café mais resistentes às alterações climáticas e o desenvolvimento de técnicas de agricultura regenerativa fazem também parte deste projeto.

João Manzarra teve oportunidade de conhecer alguns destes cafeicultores, entre os quais Rosita, uma das mulheres que integra o programa enquanto responsável do seu campo de cultivo em Risaralda. O apresentador testemunhou as técnicas de perto, tendo tido a experiência de plantar um novo cafeeiro, planta que está na origem do café.

Um dos motivos pelos quais me tornei embaixador NESCAFÉ®️ foi precisamente pelo trabalho que têm vindo a desenvolver, nomeadamente nas produções de café, tendo em conta os grandes desafios a que todos assistimos hoje para garantir um futuro sustentável e responsável”, explica o embaixador. “Ter a oportunidade de estar no terreno e receber o testemunho de quem lá vive e trabalha foi muito importante”.

Com um investimento de 340 milhões de euros, já foi possível distribuir 235 milhões de novas plantas de café de alta produtividade e maior resistência e renovar cerca de 120 mil hectares de plantações em todo o mundo.



Notícias relacionadas

Comentários estão fechados.