UE disponibiliza 1,5ME para apoiar RDCongo após “devastadoras cheias”



A União Europeia (UE) vai disponibilizar 1,5 milhões de euros em ajuda humanitária à República Democrática do Congo (RDCongo), para apoiar mais de dois milhões de pessoas afetadas por “devastadoras cheias”.

“Cerca de 100.000 habitações foram destruídas e mais de 500.000 estão deslocadas pelas cheias, e a previsão é de que esta cifra aumente quando houver mais informações das regiões afetadas”, acrescentou a Comissão Europeia, em comunicado.

Em simultâneo, o país está a ser assolado por uma epidemia de cólera e por um conflito em algumas partes do território.

As áreas mais afetadas são Maniema, Kivu do Sul, Tanganica e Tchopo.

“Os apoios atribuídos hoje vão ajudar os nossos parceiros humanitários no terreno com água e saneamento, assim como serviços de saúde”, sustentou a Comissão.

Em simultâneo, Bruxelas atribuiu 200.000 euros à Cruz Vermelha congolesa para apoiar as vítimas das cheias.

No ano passado, a UE disponibilizou “quase 100 milhões de euros em apoio humanitário” à RDCongo.





Notícias relacionadas



Comentários
Loading...
viagra before and after photos what to expect when husband takes viagra