Vietname proíbe o comércio de animais selvagens

O Vietname é conhecido pelos seus mercados de venda de animais selvagens, que tanto servem para fins medicinais tradicionais como para consumo próprio. No início de 2020, vários grupos de conservacionistas fizeram chegar ao governo uma carta a pedir para acabar com estes mercados, refere a Reuters.

O país proíbe agora o comércio de animais selvagens no país, em mercados ou via online, tal como as importações e a caça. A medida impede quer estes estejam vivos ou mortos, quer sejam partes do seu corpo, como peles e chifres.

A ordem foi dada pelo Primeiro-Ministro Nguyen Xuan Phuc, que quer prevenir um novo surto pandémico como o atual da Covid-19.

No entanto, várias organizações afirmam que as medidas são insuficientes e pouco claras. Nguyen Van Thai, diretor da Save Vietnam’s Wildlife, explica ao The Independent “Seria melhor ter uma lista clara e detalhada dos vários usos da vida selvagem que são proibidos”, dado que “a proibição de consumo de vida selvagem mencionada na diretiva é insuficiente, pois alguns fins da vida selvagem, como o uso medicinal ou de animais silvestres mantidos como animais de estimação, não são mencionados”.

A importância destas leis surge num momento em que, muitas das espécies estão ameaçadas de risco de extinção, e algumas podem ser portadoras de vírus que põem em risco a vida humana.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...