odezhda dlya sobak mylovelypet.ru magazin odezhdy dlya sobak, kupit osheynik anti lay mozhno tut - osheynik-anti-lay

Tag Archive | "documentário"

Português filma documentário no Belize e consegue emprego num eco-resort (com VÍDEO)


Em Março, Duarte Dellarole lançou uma campanha de crowdfunding para cumprir um sonho: realizar um documentário sobre a fauna do Belize num dos mais exóticos locais do mundo, o Mayflower Bocawina National Park.

A campanha ficou longe do esperado – apenas $198 (€143) angariados, de um objectivo total de $4000 (€2.905), mas Duarte conseguiu o apoio necessário para filmar o documentário.

O jovem, que estudou Ecoturismo na Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), acabou por estagiar no Mama Noots Bocawina Adventures & Eco-Resort, tendo filmado a fantástica fauna e flora do Belize durante este período.

Passado um ano, Duarte conseguiu atingir dois marcos importantes. O documentário já está online – pode vê-lo no final desta notícia – e o seu trabalho no resort valeu-lhe uma proposta para regressar.

Veja o documentário, de 35 minutos mas legendado em português, e ajude a ONG que gere este parque natural aqui.

Publicado em EmpregoComments (1)

David Attenborough regressa à televisão com o mundo fascinante dos insectos


O mundo dos insectos é vasto e a maioria de nós conhece muito pouco sobre ele. Agora, numa nova e impressionante série de televisão, David Attenborough propõe-se a investigar esse maravilhoso reino, revelando todo a sua beleza e variedade.

Ao longo de seis episódios, este rosto tão nosso conhecido – e já com 87 anos – levará o público até África e à Austrália, para conhecer fascinantes formas de vida com um grau de detalhe nunca antes visto.

A série chama-se Micro Monsters 3D. Com um ponto de vista único, o público é transportado para o reino dos insectos e imerge nele, como se estivesse realmente nos habitats escolhidos. O elenco inclui o besouro Goliathus, um dos insectos mais pesados do planeta. Existem depois ainda aranhas, baratas, vespas, escorpiões, formigas, borboletas, libelinhas e muitos outros seres.

Para filmar os animais – por vezes com menos de um milímetro de comprimento –, a equipa usou macrofotografia, capaz de fazer pequenos animais parecerem maiores. As imagens foram captadas em 3D de alta qualidade, através de um sistema desenvolvido pela equipa – o CubeRig.

Trata-se de um sistema óptico que se alimenta da luz em duas câmaras de alta definição Red Epic através de uma única lente. Isto significa que a distância intra-ocular – entre as duas câmaras – pode ser reduzida a quase zero. Como resultado, os insectos minúsculos podem ser perfeitamente captados em 3D.

O sistema permite uma ampliação e profundidade de campo nunca antes vistas em macrofotografia. Usando o CubeRig, a equipa conseguiu captar o comportamento de mais de 150 artrópodes diferentes – inclusive o incrível detalhe de um mosquito a chupar o sangue de um ser humano.

Em Micro Monsters 3D, David Attenborough e o produtor Anthony Geffen redefiniram verdadeiramente as técnicas macroscópicas, de modo a enfrentar os desafios sem precedentes de filmar algumas das mais pequenas criaturas da Terra, num grau de detalhe extraordinário. Esperemos para ver o resultado.

Publicado em CulturaComments (0)

Pequeno esqueleto encontrado no Chile pode ser humano (com FOTOS)


Dez anos depois de terem sido descobertos os restos mortais de um ser de 15 centímetros bastante estranho, ficou confirmado que se trata afinal de um humano. Segundo a equipa que trabalha no projecto Sirius, a conclusão é dos cientistas de Stanford e foi apresentada num novo documentário.

Desde que o pequeno humanóide – conhecido como Atacama Humanoid e tratado por Ata – foi descoberto no Deserto de Atacama, no Chile, há 10 anos, muita tem sido a especulação em torno das suas origens. As teorias avançadas incluíam que os ossos eram de um feto abortado, de um macaco ou, para alguns, até mesmo de um ser extraterrestre.

Nas semanas que antecederam a estreia do documentário Sirius, os entusiastas de OVNIS aumentaram a crença de que o filme pudesse anunciar um grande avanço na procura de formas de vida extraterrestres. Isto porque o pequeno esqueleto tem certamente muitas das características que temos vindo a acreditar serem de aliens – em particular, uma grande cabeça num corpo pequeno.

Mas o documentário revela que uma amostra de ADN foi extraída da medula óssea do pequeno ser e analisada por cientistas da famosa Universidade de Stanford. A conclusão é de que se trata de uma “mutação interessante” de um ser humano do sexo masculino que terá sobrevivido entre seis a oito anos após o parto.

“Posso dizer com absoluta certeza de que não é um macaco. É humano – mais próximo dos humanos do que os chimpanzés. Ele viveu até à idade entre os seis e os oito anos”, disse Garry Nolan, director de biologia da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, na Califórnia.

“O ADN conta a história e nós temos as técnicas computacionais que nos permitem determinar, em muito pouco tempo, se na verdade é um humano”, explica Nolan no documentário. E é, para desconsolo de muitos.

O documentário estreou em Los Angeles no passado Dia da Terra, 22 de Abril – a partir de agora será lançado online e em cinemas por todo o mundo.

Será uma estratégia de promoção do documentário, uma simples brincadeira online ou projecto sério? Segundo o Huffington Post, por trás do documentário está Steven Greer, um antigo médico que tem pressionado o Governo norte-americano, há muitos anos, a admitir a possibilidade de vida extraterrestre. Podem ler aqui o artigo (em inglês) e ver o outro lado da questão.

Publicado em CulturaComments (0)

AidNature: desenvolver Portugal através do ecoturismo (com VÍDEO)


António Castelo, João Vasconcelos e Rita Quitério são os rostos por trás da AidNature, uma ONG fundada em 2011 e que realiza vídeos e documentários ambientais. Um biólogo, um cineasta e uma designer, respectivamente, estes responsáveis são o núcleo duro da AidNature, mas há outros voluntários.

Os documentários procura sensibilizar a população para a conservação da natureza.

“As pessoas não conhecem a fauna selvagem que há em Portugal, mas pensam que conhecem. Começámos a trabalhar com ONGs portuguesas – SPEA, Quercus, LPN – para divulgar o trabalho delas e as espécies que elas tentam preservar”, explicou ao Economia Verde António Castelo.

Veja o 24º episódio do Economia Verde e fique a conhecer melhor a AidNature.

Foto: João Vasconcelos/AidNature

 

 

Publicado em Economia Verde, PortugalComments (0)

Documentário sobre priolo apresentado pela primeira vez na quarta-feira


O documentário Atlas do Priolo será apresentado e exibido pela primeira vez em Portugal continental na próxima quarta-feira, 27 de Fevereiro, na FNAC do centro comercial Vasco da Gama, em Lisboa.

Produzido pela aidnature.org, o documentário levou à ilha de São Miguel mais de 50 voluntários para recensear toda a população desta espécie de ave endémica e exclusiva dos Açores e contou com a colaboração da SPEA, Governo Regional dos Açores e do LIFE Laurissilva Sustentável.

“O documentário mostra imagens espectaculares de priolos e do único local do mundo onde vivem: a serra da Tronqueira e zona do Pico da Vara. [A produção] acompanha a equipa da SPEA e voluntários, que durante quatro dias prepararam e executaram esta contagem de priolos na sua área de distribuição mundial, restrita à região oriental da ilha de São Miguel (concelhos do Nordeste e Povoação)”, explica a SPEA em comunicado.

O projecto dá a conhecer os locais, a fauna, a flora e os problemas de conservação que o priolo enfrenta, assim como o trabalho que a SPEA e o Governo dos Açores têm realizado para contrariar as ameaças que colocam em risco a sobrevivência da ave.

Recorde-se que faltam apenas seis dias para terminar a campanha internacional de  crowdfunding “Vamos preservar o priolo”. A campanha pretende mobilizar o maior número de  apoiantes para que seja possível continuar o trabalho de conservação desta  espécie e garantir a manutenção do seu habitat florestal, único nos Açores, tendo em conta que o projecto LIFE Laurissilva Sustentável termina em Junho.

O objectivo é angariar €21 250, que irão contribuir para a continuação do esforço de recuperação do habitat do priolo através do controlo de vegetação invasora e posterior plantação de plantas nativas dos Açores. Os donativos podem ser feitos em http://www.indiegogo.com/PreserveAzoresBullfinch

Foto: Pedro Monteiro

Publicado em Biodiversidade, PortugalComments (0)

Documentário de Pedro Serra questiona padrões actuais de desenvolvimento (VÍDEO)


Publicado em Green Savers TV, PortugalComments (0)

Recomendações

Blogroll