Namíbia vai amputar corno dos rinocerontes para evitar caça ilegal

As autoridades de ambiente da Namíbia preparam-se para avançar com a mais drástica medida de luta contra a caça ilegal: cortar manualmente os cornos de rinoceronte, evitando assim, pelo menos em teoria, que os caçadores furtivos os matem.

De acordo com o Namibian Sun, os caçadores furtivos já mataram 14 rinocerontes, este ano, naquele país – um aumento substancial em relação aos últimos oito anos, onde menos de dez animais tinham sido atingidos mortalmente.

O processo não é consensual, claro. Os animais têm de ser sedados antes da mutilação dos seus cornos – que são retirados com uma serra manual ou eléctrica – e a anestesia pode provocar-lhe problemas fatais.

Também não é claro se a perda de cornos poderá ter um impacto negativo na sobrevivência dos rinocerontes. Um estudo recente concluiu o óbvio: os rinocerontes ficam menos equipados para se defender – ou aos filhos – perante outros animais

De acordo com o grupo conservacionista Save the Rhinos, a amputação do corno dos rinocerontes torna-os menos passíveis de serem caçados, mas isto é apenas o nosso senso comum a falar. Os caçadores furtivos podem continuar a caçá-los pelo pequeno coto que permanecer ou, simplesmente, por vingança, avança o The Dodo.

“Retirar o corno dos rinocerontes, ainda que não seja uma solução isolada, pode ser usada, para além de outros métodos, para ajudar a proteger os rinocerontes”, escreve o grupo. “Mas ela deverá ser considerada a última medida para lutar contra a caça ilegal”.

Apesar de cada vez mais mediática, a caça furtiva está cada vez mais agressiva em países como Namíbia, Moçambique e África do Sul – só neste último país, os caçadores mataram mais de 700 rinocerontes este ano.

“A caça de rinocerontes aumentou dramaticamente, por isso temos de tomar algumas medidas imediatas e drásticas”, explicou à Bloomberg Pohamba Shifeta, ministra-adjunta do Ambiente. “Vamos armazenar o máximo de cornos de rinoceronte possíveis”.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php