Novo milho geneticamente modificado pode ser cultivado na União Europeia

Um novo tipo de milho geneticamente modificado vai ser poder ser cultivado na União Europeia. A aprovação do cultivo da nova espécie geneticamente alterada foi decidida no Conselho de ministros dos Assuntos Europeus, embora maioria dos Estados membros e do Parlamento Europeu fossem contra a introdução do novo milho.

A abstenção de quatro países – Portugal, Alemanha, Bélgica e República Checa – fez com que os 19 Estados que se opunham à aprovação da cultura não conseguissem obter a maioria qualificada necessária para travar o cultivo. Segundo as regras europeias, cada nação tem um número de pontos de voto proporcionais ao tamanho da população. Para que a lei não fosse aprovada, os representantes de 75% da população da zona comunitária tinham de votar contra, mas apenas 52% se opuseram, já que quatro países se abstiveram. A Espanha, Reino Unido, Suécia, Finlândia e Estónia foram os países que votaram a favor do cultivo da nova espécie geneticamente modificada.

De acordo com as normas em vigor, a Comissão terá de aprovar o cultivo deste novo milho transgénico, embora apenas cinco países tenham votado a favor. Segundo o Guardian, Este será a primeira espécie de milho transgénica a ser autorizada a cultivar em território europeu desde 1998 e apenas a segunda a ser cultivada para fins comerciais.

O novo milho – o TC1507 -, com a denominação comercial de Herculex, pertence ao grupo norte-americano Pionner. De acordo com os fabricantes, este milho foi geneticamente alterado para ser mais resistente a alguns tipos de insectos.

Contudo, apesar de o cultivo deste milho ter sido aprovado, os Estados-membros vão ter a possibilidade de bloquear a sua cultura no seu território.

Deixar uma resposta

1 comment

  1. Vejam no youtube ” O Mundo segundo a Monsanto”, hora e meia.

Patrocinadores