O Grupo Ferrero apresentou o seu mais recente relatório sobre Responsabilidade Social Corporativa num evento na Embaixada de Itália, que contou com a presença de Antonella Sottero, directora-geral da Ferrero Ibérica. Neste evento, a empresa reviu o progresso dos objectivos do grupo para 2020.

“A Responsabilidade Social Corporativa não é um conceito vazio para nós. É um compromisso tangível que marca a actividade diária da companhia em todo o mundo”, disse Antonella Sottero, directora-geral da Ferrero Ibérica. “Da recolha de matérias primas até que o consumidor tenha nas suas mãos o produto final, a Responsabilidade Social da Ferrerro rege as directrizes que marcam o caminho pelo qual a companhia avança”.

Federico Bortot, Diretor da Ferrero Portugal, destacou a importância da estrutura portuguesa da empresa, salientando que “hoje, passados 28 anos, a Ferrero Portugal é líder no sector do chocolate, com uma quota de mercado de 24,8%, assentes em vendas de 4.500 toneladas de produtos e uma facturação de 52 milhões de euros”.

Durante o evento foram analisadas as mais recentes novidades da companhia em matéria de sustentabilidade, mediante a apresentação do mais recente relatório anual. O Grupo Ferrero já superou 75% dos seus objectivos de sustentabilidade e aproxima-se dos 100% previstos para 2020. Nesta linha, através dos seus programas Ferrero Farming Values, compromete-se ao fornecimento totalmente sustentável das matérias primas, ou seja, que 100% das matérias primas utilizadas no fabrico dos seus produtos será sustentável no final desta década.

Estes objectivos estão detalhados no projecto F-ACTS (Ferrero – Agricultural Commitment To Sustainability), que contempla acções que procuram a sustentabilidade e rastreabilidade das matérias primas. A Ferrero logrou atingir vários objectivos antes do tempo previsto, como é o caso do óleo de palma utilizado, 100% sustentável e com certificação RSPO de óleo segregado; ou 100% dos ovos provenientes de galinhas campestres.