Porque não juntar o útil ao agradável? Uma central solar com a forma de um panda ganharia de certeza o título de central solar mais adorável do mundo, e uma exactamente assim acaba de ser ligada à rede eléctrica na China, perto da cidade de Datong, a oeste de Pequim.

A estação usa duas tecnologias diferentes de células (em silicone e película) para produzir os tons que permitem formar o panda, animal icónico na China. Nesta fase inicial a Panda Solar produz 50 MW de energia, sendo que a  capacidade final se situará no dobro, 100 MW.   

solar panda 2

A estação solar foi instalada ao abrigo de um acordo entre a China Merchants New Energy Group, o maior accionista da Panda Green Energy, e as Nações Unidas, para promover as energias renováveis junto do mais novos. A central recebe inclusivamente acampamentos escolares durante o Verão, para integrar as crianças nas energias renováveis. Como o acordo foi firmado ao abrigo do programa de desenvolvimento sustentado das Nações Unidas (UNDP), está também prevista a exploração da ideia para fora da China, como é o caso das ilhas Fiji, cujo estudo pode já ser visto nesta imagem:

solar panda 3

Deixar uma resposta