Póvoa do Lanhoso planta 30 árvores autóctones na Serra do Carvalho

Um projecto de educação ambiental da Câmara Municipal da Póvoa do Lanhoso levou à plantação 30 carvalhos alvarinhos no primeiro parque da Serra do Carvalho, atravessada pela estrada nacional 103, via rodoviária que permite a ligação a Braga e ao Gerês.

Esta valorização paisagística da Serra do Carvalho foi efectivada através do Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos em conjunto com os Clubes da Floresta da EB 2,3 Prof. Gonçalo Sampaio e da Escola Secundária e EBI do Ave. Nesta primeira intervenção, participaram 52 alunos acompanhados de quatro professores.

“O projecto de educação ambiental e valorização paisagística da Serra do Carvalho tem por objectivo valorizar a paisagem da rede viária e dos parques da Serra do Carvalho, privilegiando-se a plantação de carvalhos alvarinhos nesta zona, aumentando assim a importância ecológica e paisagística destes espaços através da diversidade da vegetação e da fauna silvestre que estes parques podem albergar”, explicou a câmara da Póvoa do Lanhoso em comunicado.

O projecto não se fica por aqui. A evolução dos parques será monitorizada e, anualmente, serão plantados mais exemplares, ajudando a recuperar um património natural que outrora era mais abundante nestes espaços naturais.

A Serra do Carvalho designa-se assim pois, no passado, foi constituída por diversos maciços arbóreos de carvalhos. Depois da construção da rede viária, alguns dos parques perderam um grande número de exemplares. Depois da recente transferência de competência das Infraestruturas de Portugal para o município, estes parques podem agora ter esta valorização ambiental.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php