Facebook cria aplicação que une vítimas das cheias com voluntários locais

O Facebook está a unir, automaticamente, os seus utilizadores que vivam nas áreas afectadas pelas cheias no Reino Unido com voluntários locais que os possam ajudar. A rede social desenvolveu a aplicação durante um dia e já a colocou em prática, refere o The Guardian.

A funcionalidade surgiu de um evento organizado recentemente num escritório do Google no Reino Unido, no qual se juntaram programadores do Facebook, do Twitter e da Microsoft, bem como do próprio Google, com o objectivo de desenvolver aplicações informáticas que pudessem ajudar o público afectado pelas cheias.

A Agência Ambiental britânica concedeu as suas informações aos programadores e o Facebook fez uso destes dados para ficar a saber onde os seus utilizadores moram. De seguida, a rede social começou a enviar ligações para o site Flood Volunteers às pessoas que residem nas áreas afectadas pelas cheias.

O serviço será implementado gradualmente ao longo dos próximos dias para se garantir que os voluntários possam gerir o aumento de pedidos de ajuda, disseram responsáveis do Facebook. A empresa norte-americana afirma que não fará desta funcionalidade uma característica permanente no seu site.

O acesso aos dados da Agência Ambiental britânica será fechado em Maio, pelo que o Facebook só poderá executar a aplicação por um tempo determinado. Ainda assim, se estas soluções vingarem num futuro próximo, o Facebook poderá liderar os processos de voluntariado ligados à tecnologia um pouco por todo o mundo – e isso já não é pouco, tendo em conta o período desafiante da História mundial em que vivemos.

Deixar uma resposta

Patrocinadores

css.php