odezhda dlya sobak mylovelypet.ru magazin odezhdy dlya sobak, kupit osheynik anti lay mozhno tut - osheynik-anti-lay

Tag Archive | "lisboa"

SPEA quer transformar palacete degradado da Quinta das Conchas em centro ambiental


A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) quer transformar o antigo palacete da Quinta das Conhas, no Lumiar, num centro ambiental que se dedique ao estudo das aves que habitam Lisboa. Para tal, está a concorrer ao Orçamento Participativo da Câmara de Lisboa com o projecto “Dar Asas ao Património”.

O palacete da Quinta das Conchas é um edifício devoluto, em risco de ruir, pelo que a SPEA quer dar uma nova vida ao espaço, criando um lugar aberto ao público dedicado às aves da capital e à conservação da natureza.

De acordo com a organização, o jardim onde está o palacete “reúne condições para desenvolver um espaço onde será possível organizar actividades de educação ambiental, exposições dedicadas à conservação da natureza e actividades de observação de aves, em que poderão ser observadas águias-de-asa-redonda, peneireiros, gaios, piscos-de-peito-ruivo, patos-reais, andorinhas e tantas outras”, lê-se em comunicado.

A SPEA indica ainda que o centro poderá contribuir para uma maior percepção relativa à biodiversidade nos espaços naturais inseridos em contextos urbanos e para o desenvolvimento de uma consciência ambiental junto da população residente e amantes das aves e natureza.

O projecto pode ser conhecido em pormenor e votado aqui. O projecto da SPEA é o número 083.

Foto: SPEA

Publicado em Cidadania, Destaques, Portugal, Reabilitação UrbanaComments (0)

Lisboa recebe maior congresso mundial de mobilidade reduzida


A cidade de Lisboa continua a receber alguns dos mais importantes congressos mundiais na sua especialidade. Depois de, na semana passada, ter recebido o Congresso Mundial da Água, um evento que estava previsto desde 2009, a capital portuguesa prepara-se para receber o maior congresso mundial sobre mobilidade reduzida, em 2015.

Segundo o Menos Um Carro, o congresso terá lugar na Fundação Calouste Gulbenkian entre 28 e 31 de Julho, sendo esta a primeira vez que ele se realiza no continente europeu. Promovido anualmente pelo Transportation Research Board (TRB), o congresso – TRANSED 2015 – costuma realizar-se nos Estados Unidos e vai já na sua 14ª edição.

A organização em Portugal da TRANSED 2015 está a cargo do Instituto Superior Técnico (IST). Como professora especializada no sector dos transportes no IST, Rosário Macário foi designada como a responsável pela conferência em Lisboa.

“O principal objectivo desta conferência é promover e encorajar o desenvolvimento de serviços, sistemas e soluções de transportes que vão de encontro às necessidades da população com maiores dificuldades de mobilidade”, explicou a responsável ao Diário Económico.

“Já fizemos algumas acções de divulgação em eventos internacionais e obtivemos boa receptividade por parte de vários investigadores e organizações presentes nessas iniciativas. Por isso, temos a expectativa de que a TRANSED em Portugal venha a ter cerca de 600 a 700 participantes”, revela Rosário Macário.

As questões demográficas, como o efeito do envelhecimento da população e crescimento global de pessoas com deficiências limitativas da mobilidade, a inovação como instrumento fundamental para encontrar soluções que superem obstáculos de movimentação, em particular em meios urbanos, e a necessidade de não abordar este tema como um segmento isolado no sector dos transportes e da mobilidade sob pena de fomentar a exclusão desta fatia da sociedade serão alguns dos temas que estarão em debate na TRANSED 2015.

Foto: Anne Worner / Creative Commons

Publicado em Mobilidade Individual, PortugalComments (0)

Artista português transforma lixo urbano em pinturas fantásticas de animais (com FOTOS)


Depois de criar arte urbana nas linhas ferroviárias portuguesas, Bordalo II resolveu converter agora os montes de lixo de Lisboa em animais. Para tal, este artista plástico português percorre as ruas da capital em busca de montes de detritos. Posteriormente, Bordalo rearranja o lixo à sua maneira e pinta-os como se animais fossem. O resultado é uma selva imaginária repleta de papagaios gigantes, crocodilos e joaninhas nos locais menos expectáveis.

Bordalo II é Artur Bordalo, um jovem lisboeta de 26 anos que estudou Pintura na Faculdade de Belas-Artes, em Lisboa. Porém, a sua actividade artística começou nas ruas e é mas ruas que quer continuar a expor a sua arte.

O trabalho do jovem artista pode ser visto em várias ruas de Lisboa, onde a sua pintura figurativa está cheia de vivacidade e movimento com uma interpretação própria das paisagens urbanas e do entretenimento da cidade. As obras de arte de Bordalo II não são apenas uma maneira de reciclar mas também uma crítica ao mundo em que vivemos e ao consumismo desacerbado.

Publicado em Portugal, ReciclagemComments (1)

Rossio mobiliza-se hoje pelas alterações climáticas. Vai participar?


O Rossio, em Lisboa, recebe hoje pelas 16h, a Mobilização Contra as Alterações Climáticas, um evento que faz parte do movimento People’s Climate March, uma mobilização presente em mais de 2500 eventos iguais, por todo o mundo, e em mais de 160 países.

A mobilização pretende pressionar os líderes mundiais a tomarem acções concretas e ambiciosas contra esta ameaça, e será secundada, na terça-feira, por uma cimeira de emergência sobre as alterações climáticas, convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon em Nova Iorque, Estados Unidos.

Saiba tudo sobre a mobilização lisboeta.

Em Lisboa, a organização da mobilização apela às pessoas a virem a pé, de metro, comboio, autocarro ou bicicleta – há um percurso escoltado pela PSP desde o Marquês ao Rossio, às 16h. Outro dos apelos é para que os participantes venham de verde, uma vez que o símbolo oficial é um coração verde.

Publicado em Alterações Climáticas, PortugalComments (0)

Como o poderemos convencer a ser cliente do carsharing? (com VÍDEO)


Luís Rosendo vive em Torres Vedras, trabalha em Lisboa e tem um “commuting” invulgar: ele apanha um autocarro para a capital portuguesa e, estando lá, utiliza um sistema de carsharing para chegar ao local de trabalho ou avançar para as reuniões diárias.

O consultor de comunicação apoia-se num cliente para todas estas voltas, a Mobiag, uma plataforma tecnológica desenvolvida em 2011, em Portugal, que permite aos utilizadores escolherem o carro que pretendem – por proximidade, por exemplo –, reservá-lo e abrir as portas – as chaves estão dentro da viatura. Tudo com uma aplicação no telemóvel

“O nosso modelo assenta na premissa de utilizarmos o carro como nosso. Apanhamos o carro onde estamos – ele está perto de nós – e deixamo-lo no nosso destino final. E só pagamos o tempo de conduzimos”, explicou ao Economia Verde João Félix, da Mobiag.

De acordo com o responsável, este sistema não só é mais flexível como está totalmente assente na tecnologia da própria Mobiag. Uma das diferenças em relação a outros modelos é a possibilidade de utilizar carros de diferentes frotas.

“Um cliente de qualquer operador pode utilizar qualquer um dos carros do sistema. É isto que nos diferencia das ofertas típicas de carsharing. Normalmente, um cliente está limitado aos carros que o seu operador lhe disponibiliza”, continuou João Félix.

O projecto recebeu apoio do QREN e conta com parcerias da Opel e LeasePlan. O preço fixa-se nos €0,29 por minuto – custo por minuto com o carro em viagem – todas as outras despesas – estacionamento, combustível, seguro ou manutenção – estão incluídas.

A inscrição pode ser feita aqui e, a partir desse momento, o utilizador pode utilizar qualquer carro do sistema – no final da viagem, a aplicação informa o utilizador do valor da viagem.

Até ao final do ano, a Mobiag espera aumentar a frota de 40 para 100 viaturas, expandido o projecto para Espanha, norte da Europa e América Latina em 2015.

Em Lisboa, o projecto-piloto decorre até Setembro e existem menos de 100 pessoas inscritas. Nos próximos dois anos, porém, a Mobiag espera chegar a 30 mil clientes. Um objectivo muito complicado – senão impossível –, mesmo tendo em conta o público-alvo: os 114 mil carros que entram em Lisboa, todos os dias, com um único ocupante. Como os poderemos convencer dos benefícios do carsharing?

Foto: Yiannis Chatzitheodorou / Creative Commons

Publicado em Economia Verde, PortugalComments (0)

Lisboa escolhida entre 60 cidades para receber evento do Fórum Económico Mundial


A edição de 2014 do Shape Europe, evento associado ao Fórum Económico Mundial, vai decorrer em Lisboa. A capital portuguesa foi escolhida entre 60 cidades europeias para receber o evento, que vai decorrer entre 5 e 6 de Setembro na Fundação Calouste Gulbenkian.

Assim, na primeira semana de Setembro, Lisboa vai acolher a comunidade europeia de Global Shapers, composta por jovens com menos de 30 anos e com reconhecido mérito profissional, que se destacam nas mais diversas áreas de actividade e que desejam ter impacto social nas suas comunidades.

Empreendedorismo e Inovação é o tema da edição deste ano do Shape Europe – cuja organização está a cargo dos Global Shapers de Lisboa –, que conta com o alto patrocínio do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva.

Entre os oradores que irão falar sobre o tema está o ministro da Economia, Pires de Lima. Durante o evento está ainda previsto um jantar nos Paços do Concelho com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa e da vereadora Graça Fonseca.

O primeiro dia do evento, 5 de Setemebro, está aberto a todos aqueles que se interessem pela temática da edição deste ano e que queiram conhecer a comunidade dos Global Shapers. A inscrição deve ser feita aqui.

Foto: szeke / Creative Commons

Publicado em EventosComments (0)

Recomendações

Blogroll